Bannière

[ Inscrivez-vous ]

Newsletter, Alertes

População de Cabo Verde cresce 1,23% em 2012/2016

Imprimer PDF

Praia, Cabo Verde, 19 Dezembro (Infosplusgabon) - A população de Cabo Verde cresceu a um ritmo de 1,23 porcento, no período 2012-2016, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) publicados segunda-feira, na capital do arquipélago, Praia.

 

Os dados referentes ao Anuário Estatístico Cabo Verde 2016, indicam que, no ano passado, a população residente no arquipélago foi estimada em 531 mil e 239 pessoas, tendo verificado um acréscimo de seis mil e 406 habitantes, em relação ao ano 2015.

 

Praia e São Vicente apresentam uma maior concentração da população, representando, em 2016, respetivamente, 29,2 porcento e 15,4 porcento do total da população do país.

 

Os concelhos com menor concentração da população são Tarrafal de São Nicolau e Santa Catarina do Fogo, com igual percentagem (1,0%).

 

O INE informa também que a taxa de crescimento natural (TCN) sofreu uma diminuição, passando de 1,5 porcento, em 2012, para 1,3 porcento, em 2016.

 

No que concerne à taxa de crescimento médio anual (TCMA), esta manteve o mesmo valor (1,2%) registado em 2015.

 

Os dados do INE revelam ainda que, em 2016, a esperança média de vida para os homens foi de 71,8 anos, enquanto para as mulheres foi de 80,0 anos, uma diferença média de 8,2 anos.

 

No que se refere à estrutura etária da população, verifica-se que, em 2016, o número de pessoas de zero a 14 anos de idade foi de 153 mil e 975 (29,0%) do total da população residente.

 

O grupo dos 15 aos 24 anos conta com 102 mil e 475 (19,2% do total) e o dos 25 aos 64 anos foi estimado em 245 mil e 732 (46,3%).

 

Em relação aos idosos (pessoas com 65 anos ou mais), o valor estimado para 2016 situa-se à volta de 29,057 indivíduos (5,5% do total).

 

Na estrutura da população por sexo, observa-se que o peso da população feminina foi, durante estes anos, superior ao da população masculina, com exceção dos anos de 2015 e de 2016.

 

A idade média da população feminina de Cabo Verde tem rondado os 27 anos, de 2012 a 2014, tendo atingido o valor médio de 28 anos, em 2015, e um ligeiro aumento (28,3) em 2016.

 

A nível dos concelhos, constatou-se que, em 2016, o concelho de Santa Cruz aparece com a menor idade média (26,2 anos), enquanto Ribeira Grande de Santo Antão apresenta a maior (32,9 anos).

 

O estudo refere ainda que o Índice de Dependência Total tem estado a decrescer de forma contínua, de 2012 a 2016, devido principalmente ao número significativo de homens e mulheres em idade de trabalhar, em comparação com a população de crianças e idosos.

 

Em 2012, este indicador era de 57,7 porcento e passou para 52,6 porcento, em 2016.

 

Para os Índices de Dependência Jovem e de Dependência de Idosos, o comportamento observado tem sido semelhante ao do Índice de Dependência Total, isto é, ambos têm vindo a decrescer no período de análise.

 

De acordo com o INE, em 2016, a população imigrante nascida fora do território nacional, residente em Cabo Verde, foi de 17 mil  e 899 pessoas, representando 3,4 porcento da população.

 

A população de nacionalidade estrangeira constitui cerca de dois porcento da população residente. Nas ilhas de Boa Vista e Sal, esta proporção é de 12 porcento e cinco porcento, respetivamente.

 

O INE confirma ainda que o saldo migratório em Cabo Verde continua negativo, isto é, há mais pessoas a saírem (emigrantes) do que a entrarem (imigrantes) no país.

 

No entanto, em termos de tendência, constata-se que este saldo negativo tem vindo a reduzir significativamente no período em análise (-57,6%), passando de -1.409, em 2012, para -598, em 2016.

 

 

FIN/INFOSPLUSGABON/PLM/ GABON 2017

 

 

© Copyright Infosplusgabon

Qui est en ligne!

Nous avons 6426 invités en ligne

Publicité

Liaisons Représentées:

Newsflash

Le  journal Infosplusgabon du 1er décembre 2020 en  kiosque numérique !

AU SOMMAIRE

Economie

Radisson Hotel Group inaugure une nouvelle marque (Pages 3-4)

Le WEB a profondément redéfini le paysage bancaire (Page 5)

Cours de change du franc CFA d'Afrique centrale (Page 6)

Social

Les anciens salariés de Total Gabon

continuent de revendiquer leur droit (Page 7)

Des entreprises et responsables africains poursuivent en justice le commissaire de police espagnol José Villarejo (Page 8)

Santé

Covid19, l’hystérie qui masque l’escroquerie (Pages 9-10)

Formation

Dossier : Les métiers de la Communication et leurs débouchés (Pages 11-12/ 1ère partie

DEPÊCHES