Bannière

[ Inscrivez-vous ]

Newsletter, Alertes

Banco Africano de Desenvolvimento lança projeto para melhorar meios de subsistência dos jovens em três paيses africanos

Imprimer PDF

LIBREVILLE, Gabao, 21 de outubro (Infosplusgabon) - O Banco Africano de Desenvolvimento lançou um projeto multinacional para criar empregos e melhorar as condioes de vida dos jovens em três paيses africanos. A iniciativa ‘Criaçao de MPME sustentaveis para os jovens através da agricultura urbana ( Creating Sustainable Youth MSMEs Through Urban Farming - SYMUF) irل apoiar jovens agricultores na Nigéria, Repoblica Democratica do Congo (RDC) e Uganda, que sao atraيdos pela agricultura urbana.

 

O banco estل a formar uma parceria com um consorcio de centros de incubaçمo nos paيses participantes para implementar o projeto. Sao eles o Africa Projects Development Centre (APD) na Nigéria, o International Institute of Tropical Agriculture (IITA-Bukavu) na RDC, e a African Agribusiness Incubation Network, no Uganda. O projeto SYMUF recebeu 937 mil dَlares em subvençoes do Fundo de Assistência ao Setor Privado Africano (FAPA), um fundo fiduciلrio multidoadores gerido pelo Banco Africano de Desenvolvimento.

Apesar de estarem em diferentes regioes do continente, os três paيses lutam todos com elevado desemprego juvenil e oportunidades econَmicas limitadas.

O SYMUF, na alçada do programa Programa Jovem de Promoçمo do Emprego através do Agronegَcio (Empowering Novel Agri-Business Led Employment Youth Program – ENABLE) do Banco, utilizarل incubadoras de empresas e produtos financeiros para ajudar a transformar micro, pequenas e médias empresas em empreendimentos financiلveis. Fornecerل aos jovens competências técnicas e para os agronegَcios, incluindo prلticas agrيcolas inteligentes, tecnologias, redes de mercado, e mentoria profissional.

Num discurso lido em seu nome durante o lançamento em Abuja, o Diretor geral do escritَrio do Banco Africano de Desenvolvimento na Nigéria, Lamin Barrow, salientou o empenho do banco na promoçمo do empreendedorismo.

Trabalhando em conjunto com todos os parceiros, estamos empenhados em tornar o Projecto SYMUF num dos melhores projetos patrocinados pelo Banco Africano de Desenvolvimento.

"O Banco estل empenhado em criar empregos e proporcionar rendimentos aos jovens africanos, que sمo atraيdos pela agricultura urbana mas nمo conseguem emprego, capital, ou crédito para operar os seus negَcios agrيcolas. Este projeto irل dirigir-se aos jovens desempregados e àqueles que se encontram na fase inicial de arranque e que nمo ganharam traçمo devido a competências e recursos financeiros limitados", afirmou Barrow, através da representaçمo do Diretor de Operaçُes do Banco para a Nigéria, Orison Amu.

Alex Ariho, CEO da African Agribusiness Incubation Network no Uganda, disse que o projeto SYMUF iria ajudar os jovens agroempresلrios africanos a ultrapassar os desafios de incubaçمo e gestمo na fase de arranque. "Trabalhando em conjunto com todos os parceiros, estamos empenhados em tornar o Projecto SYMUF num dos melhores projetos patrocinados pelo Banco Africano de Desenvolvimento", acrescentou.

O Coordenador de Projetos do IITA-Bukavu, Noel Mulinganya, elogiou o Banco Africano de Desenvolvimento como "um parceiro importante e tremendo ao longo dos anos".

Chiji Ojukwu, Diretor Executivo da APDC, na Nigéria, disse: "Estamos gratos ao Banco Africano de Desenvolvimento por acreditar no consَrcio e por nos dar a oportunidade de utilizar os nossos conhecimentos especializados em agricultura urbana para desenvolver jovens agroempresلrios nestes paيses africanos selecionados.

O Coordenador para o Programa Juventude ENABLE do Banco Africano de Desenvolvimento, Edson Mpyisi, afirmou: "Este programa foi concebido para capacitar os jovens em cada fase da cadeia de valor do agronegَcio como agroempresلrios, através do aproveitamento de novas competências, tecnologias e abordagens de financiamento".

O banco investiu mais de 400 milhُes de dَlares em 15 paيses africanos ao abrigo do programa, afirmou.

O Diretor da Divisمo de Agronegَcios do Banco, Damian Ihedioha, disse: "O banco acredita que a vibrante onda emergente de empreendedorismo em ءfrica deve ser apoiada e alimentada para a prosperidade do continente".


FIN/INFOSPLUSGABON/KLJ/GABON2022

© Copyright  Infosplusgabon

Qui est en ligne!

Nous avons 2865 invités en ligne

Publicité

Liaisons Représentées:
Bannière

Newsflash

DEPÊCHES