Bannière

[ Inscrivez-vous ]

Newsletter, Alertes

Nigéria marca eleições gerais para fevereiro de 2019

Imprimer PDF

Abuja, Nigéria, 10  Janeiro (Infosplusgabon) - As próximas eleições presidenciais e legislativas na Nigéria vão decorrer a 16 de fevereiro de 2019, anunciou terça-feira a Comissão Nacional Eleitoral Independente (INEC).

 

 

O presidente da INEC, Mahamood Yakubu, que revelou o calendário das eleições gerais, marcando assim oficialmente o arranque das atividades políticas, declarou à imprensa em Abuja que as eleições dos governadores e das assembleias estaduais vão decorrer a 2 de março de 2019.

 

As primárias para as presidenciais e legislativas devem iniciar-se a 18 de agosto deste ano, e serão seguidas de campanhas oficiais a partir de 18 de novembro.

 

Por seu turno, as campanhas para as eleições dos governadores e das assembleias estaduais devem arrancar a 1 de dezembro de 2018.

 

Segundo Yakubu, quando os partidos políticos e os candidatos lançarem a campanha eleitoral, todo o mundo deverá evitar a violência e conduzir as suas atividades de forma limpa.

 

Para ele, as eleições gerais são um momento decisivo na história da democracia na Nigéria e a Comissão não pretende fugir à regra e fará tudo para melhorar a organização das eleições.

 

"Contrariamente à prática passada de anunciar as datas na aproximação das eleições, a Comissão decidiu desta vez que as nossas eleições presidenciais e da Assembleia Nacional vão decorrer no terceiro sábado do mês de fevereiro de cada ano eleitoral.

 

"Por seu turno, as eleições dos governadores e das assembleias estaduais decorrem duas semanas mais tarde, ao passo que a Comissão escolheu o sábado, 16 de fevereiro de 2019, como data das eleições presidenciais e legislativas e o sábado, 2 de março de 2019, para as eleições dos governadores e das assembleias estaduais", precisou.

 

Yakubu explicou a decisão da Comissão de fixar as datas das eleições pela sua vontade de conferir serenidade ao calendário eleitoral nacional e permitir a todos os atores preparar convenientemente as eleições, à semelhança das democracias maduras e em desenvolvimento.

 

 

 

FIN/INFOSPLUSGABON/AZS/ GABON 2018

 

 

© Copyright Infosplusgabon

 

Qui est en ligne!

Nous avons 2621 invités en ligne

Publicité

Liaisons Représentées:

Newsflash

LIBREVILLE, 22 septembre (Infosplusgabon) -  Le scrutin de dimanche ne devrait pas bouleverser les équilibres politiques au Sénat. Le renouvellement est en revanche assuré, avec 43 % des sortants qui ne se représentent pas. Le résultat de ces élections influera sur la réforme des institutions voulue par Emmanuel Macron, qui nécessitera une large majorité au Congrès (députés et sénateurs).

 

FIN/INFOSPLUSGABON/TOP/LER/GABON 2017

 

© Copyright Infosplusgabon