Bannière

[ Inscrivez-vous ]

Newsletter, Alertes

Cabo Verde regista estagnação de infeção pela covid-19

Imprimer PDF

Praia, Cabo Verde, 23 maio (Infosplusgabon) - Cabo Verde registou uma estagnação da infeção pelo novo coronavírus (covid-19) no país, pelo segundo dia seguido, tendo notado mais casos curados do que novos infetados, anunciou sexta-feira na cidade da Praia o diretor nacional da Saúde de Cabo Verde, Artur Correia.

 

Na sua habitual conferência de imprensa, para fazer o balanço diário da pandemia da covid-19 no país, Artur Correia precisou que as autoridades sanitárias estão “a manter, mais ou menos, o mesmo número de testes ao longo destes dias, destas semanas, e que os dados de casos positivos dão-nos esta indicação.”

 

Disse esperar que não aconteça nada de anormal para pôr em causa esta análise, que será feita pormenorizadamente na próxima segunda-feira, 25 de maio de 2020.

 

Sustentou a análise com os “dados muito satisfatórios”, anunciados sexta-feira última  pelo Ministério da Saúde, e que dão conta de um total de 35 novos doentes recuperados na cidade da Praia, número superior aos seis casos novos, que, frisou, aconteceu pelo segundo dia consecutivo.

 

O também porta-voz do Ministério da Saúde indicou ainda que o país regista apenas dois casos suspeitos de covid-19, todos na cidade da Praia, destacando  também a diminuição do número de pessoas em quarentena em todos os concelhos, o que, a seu ver, “é um bom sinal” da dinâmica da epidemia no país.

 

“Aqui, na Praia, temos verificado ao longo desta semana alguma estabilidade e espero que esta tendência se mantenha nos próximos dois dias, quando fecharmos a semana epidemiológica”, perspetivou Artur Correia.

 

Anunciou que Cabo Verde fez cerca de três mil  testes rápidos de pesquisa de anticorpos do novo coronavírus este mês, na Praia e na Boa Vista, e que os resultados são "muito encorajadores."

 

Afirmou que os testes rápidos começaram a ser feitos no início do mês de maio corrente, a partir do momento em que houve esta disponibilidade.

 

Dos cerca de três mil testes realizados até ao momento, a mesma fonte disse que a maioria foi na cidade da Praia (dois mil 200), na ilha de Santiago, e os restantes na Boa Vista, a ilha onde foi diagnosticado o primeiro caso de covid-19 em Cabo Verde e que, desde quinta-feira última, não regista doentes ativos.

 

A cidade da Praia é agora o epicentro da doença no país e é também onde os testes rápidos estão a ser intensificados nos bairros com mais casos, nomeadamente Vila Nova, Ponta d’Água, Achada de Santo António, Cobom, Tira Chapéu e Achada Grande Frente, segundo o responsável.

 

“Devemos dizer que os dados são muito encorajadores. Não temos encontrado muitos positivos e estes testes têm servido também para fazer uma triagem de todos os casos positivos, que serão reconfirmados com teste PCR (de infeção do novo coronavírus)”, adiantou Artur Correia.

 

“Isso dá-nos um direcionamento mais fiável para fazer os testes de PCR e, ao mesmo tempo, dá-nos informações sobre como é que o vírus estaria a circular na comunidade, e os resultados são muito animadores”, regozijou-se o porta-voz do Ministério da Saúde.

 

Cabo Verde já diagnosticou um acumulado de 362 casos de covid-19, desde 19 de março último, nas ilhas de Santiago (303), Boa Vista (56) e São Vicente (três).

 

Do total, três resultaram em óbito, 130 foram considerados recuperados, dois foram transferidos para os seus países, e o país tem neste momento 227 doentes ativos, todos na ilha de Santiago.

 

Dos casos em isolamento, 223 estão na Praia, dois em Tarrafal e dois em Santa Cruz.

 

FIN/ INFOSPLUSGABON/OKL/GABON2020

 

© Copyright  Infosplusgabon

Qui est en ligne!

Nous avons 4496 invités en ligne

Publicité

Liaisons Représentées:

Newsflash

DEPÊCHES