Docentes põem fim à greve no Burkina Faso

Imprimer

Ouagadougou, Burkina Faso, 23 maio (Infosplusgabon) – A greve dos professores burkinabes termina nesta quinta-feira em todo território nacional do Burkina Faso, anunciaram os grevistas numa declaração publicada quarta-feira em Ouagadougou.

 

Neste documento, a que a Infosplusgabon teve acesso, eles dizem ter decidido pôr fim a esta greve, lançada desde 26 de abril último para obrigar o Governo a tomar medidas para uma aplicação efetiva e correta do protocolo de acordo de janeiro de 2018.

 

A Coordenação Nacional dos Sindicatos da Educação sublinha, após análise das disposições tomadas sobre as preocupações dos trabalhadores, ter decidido levantar a decisão de greve, sob todos os seus aspetos, a partir desta quinta-feira à meia-noite.

 

Exortou, por conseguinte, às coordenações provinciais a tomarem disposições para uma retomada efetiva de todas as atividades pedagógicas e administrativas em todo território nacional.

 

Porém, o sindicato sublinhou que as suas ações de luta permitiram a instalação de comissões de correção dos subsídios de alojamento e específicos com resultados apreciáveis até finais de maio corrente.

 

Também disse as mesmas ações permitira empreender uma operação de tratamento, constatação financeira do subsídio de promoções e dos avanços de 2017 que deram níveis de correção em nítida evolução para finais de maio de 2019.

 

A isso  se acrescentam conquistam como a finalização da redação do estatuto de valorização, a definição dum conteúdo do pacote pedagógico e a comunicação de elementos de progresso sobre o processo do pessoal das ex-creches populares.

 

Esta decisão do sindicato da educação vem evitar ao Burkina Faso um ano letivo em branco, segundo  especialistas.

 

 

FIN/INFOSPLUSGABON/MLK/GABON2019

 

 

 

© Copyright Infosplusgabon