Bannière

[ Inscrivez-vous ]

Newsletter, Alertes

Oposição queniana anula manifestações no leste do país devido à violência

Imprimer PDF

Nairobi, Quénia, 18 Outubro (Infosplusgabon) -  O chefe da principal formação política da oposição queniana, Raila Odinga, e o seu diretor de campanha, Musalia Muadavadi, anularam esta terça-feira a sua deslocação a Meru, no leste do país, depois da ocorrência de violentas manifestações, indica um comunicado da NASA, uma coligação da oposição.

 

Odinga, declarou que a direção da NASA devia visitar Laare, na província de Meru, mas anulou finalmente a viagem depois que violentos protestos eclodiram no local previsto da reunião.

 

"Tivemos de anular a visita devido à insuficiência de segurança no local e o surto da violência que abalou a área em prelúdio à nossa visita", declararam num comunicado comum, Raila Odinga e Mudavadi.

 

Segundo a oposição queniana, a violência e a deterioração da segurança no país não são espontâneas.

 

"Foram todas patrocinadas pelo partido no poder, o Partido do Jubileu. Com efeito, a Polícia apoiou os jovens do partido que infiltraram a manifestação, lançando lacrimogéneos contra militantes da NASA", indicou Odinga.

 

Os dirigentes da oposição queniana lançaram uma campanha para exortar os seus militantes a boicotar e a rejeitar as próximas eleições presidenciais de 26 de outubro.

 

"Realizamos campanhas durante décadas em Meru. Conhecemos bem as populações que lá vivem e o nível de simpatia que nos dedicam", rematou Odinga.

 

Durante as últimas eleições que foram anuladas pelo Tribunal Supremo, a 1 de setembro passado, a oposição denunciou que os seus sufrágios na localidade do Meru estavam viciados.

 

O partido no poder acusa, por seu turno, a oposição queniana de querer boicotar e manchar as eleições presidenciais por medo de ser batida.

 

Segundo a oposição, o partido no poder, assustado por não poder organizar eleições transparentes, livres e equitativas, está determinado a dificultar o acesso da oposição a algumas partes do país onde os membros da oposição são declarados "persona non grata".

 

Os Quenianos devem compreender que a situação política do país está a deteriorar-se, sublinhou Odinga, acrescentando que as conquistas democráticas "estão a ser ignoradas e substituídas por uma ditadura".

 

Por isso, lançou um apelo a todos os Quenianos "para que resistam à tendência para o recuo e para que se recusem a ser treinados em confrontos étnicos mal concebidos para manter a ditadura do partido no poder".

 

 

FIN/INFOSPLUSGABON/TYU/GABON 2017

 

 

© Copyright Infosplusgabon

Qui est en ligne!

Nous avons 1817 invités en ligne

Publicité

Liaisons Représentées:

Newsflash

Appel aux lecteurs et  amis d’Infosplusgabon

Diffusées  gratuitement  et  bénévolement  et  sans  publicité depuis  2005,  les informations  africaines de  votre agence de  presse en  ligne vous parviennent  en  quatre  langues depuis  six  mois. Aujourd’hui, pour  poursuivre notre  passion et  développer l’action  d’information d’Infosplusgabon,  nous avons  besoin de  vous.  Pour  nous aider, vous  pouvez effectuer un virement sur le compte :

NKOLO/INFOSPLUSGABON .  Banque  Internationale  pour  le Commerce  et l'Industrie du Gabon (BICIG).   Adresse Banque : Avenue du Colonel PARANT. PO Box 2241  Libreville - GABON.  CODE  IBAN : GA21 4000 1090 7340 2044 0005 477 - Code Swift : BICIGALXXXX -  Numero de  Compte 40204400054  Banque  Code Banque : 40001-  Code Agence : 09073. Clé  77.

Merci  d’avance !  Et  merci aux  futurs contributeurs qui  répondront à  cet appel.

La  rédaction