Bannière

[ Inscrivez-vous ]

Newsletter, Alertes

Mauritânia indecisa no uso de Boeing 737 Max 8, dizem observadores

Imprimer PDF

Nouakchott, Mauritânia, 15 março (Infosplusgabon) – A companhia aérea nacional da Mauritânia, Mauritanie Airlines Internationale (MAI) está confrontada com um dilema no uso duma aeronave de tipo Boeing 737 Max 8, que faz parte dos quatro aviões da sua frota, notam observadores em Nouakchott.

 

O dilema segue-se ao acidente aéreo com um avião do mesmo tipo, pertencente à Ethiopian Airlines, transportadora aérea nacional etíope, ocorrido domingo último, no trajeto Addis Abeba (Etiópia)-Nairobi (Quénia)

 

Assim, o debate a respeito do aparelho da MAI agita a opinião nacional.

 

Vários viajantes, a partir de Nouakchott, já se teriam recusado a marcar reservas para voos do Boeing 737 Max 8.

 

A imprensa pergunta-se se a Mauritanie Airlines Internationale (MAI) vai tomar “uma decisão suicida” de manter este aparelho em atividade.

 

Consequentemente, companhias aéreas de vários países decidiram imobilizar todos os aviões do mesmo tipo.

 

O Senegal, vizinho imediato da Mauritânia, já anunciou a interdição, no seu espaço aéreo, do sobrevoo do Boeing 737 Max 8.

 

Uma reunião da Agência para a Segurança e a Navegação Aérea em África e Madagáscar (ASECNA), instituição regional para a segurança da navegação aérea, cuja sede se encontra em Dakar (Senegal) e da qual a Mauritânia é membro, ocorrerá brevemente sobre o mesmo assunto.

 

FIN/INFOSPLUSGABON/FDS/GABON2019

 

 

© Copyright Infosplusgabon

Qui est en ligne!

Nous avons 1488 invités en ligne

Publicité

Liaisons Représentées:

Newsflash

DEPÊCHES